Tudo para quem não merece…

Todo ser humano tem, intrínseca, uma necessidade de aceitação. Seja pelos pais, cônjuge ou amigos, o fato é que todos precisamos nos da aprovação daqueles que amamos. Todos queremos que nossa presença seja bem vinda.

Justamente por essa necessidade de aceitação é que buscamos agradar aqueles que admiramos, que julgamos importantes em nossas vidas. É por isso que uma criança sempre procura o pai ou a mãe para mostrar seus desenhos…ela quer ser admirada pelo papai ou pela mamãe, já que estes são as referências mais fortes que ela tem. Quando, ao invés de elogios, o filho escuta algo como: “credo, que coisa horrorosa!” ou “Só tem riscos aí!” essa criança tem a confiança em si abalada, pois, na cabecinha dela, já que não foi capaz de agradar os pais, eles não a amam mais…E assim são gerados traumas e complexos que podem nos acompanhar a vida toda.

worried-girl-413690_1920

Na fase adulta, as coisas não mudam: continuamos com a mesma necessidade de aprovação que tínhamos quando crianças. Nessa fase da vida, talvez a admiração dos pais não seja a prioridade em nossas vidas (pelo menos não conscientemente) mas, ainda assim, a necessidade de aceitação nos acompanha: É por esse motivo que buscamos fazer parte de um grupo no colégio ou faculdade, usar roupas da moda, buscar ser íntima daquela colega de trabalho descolada ou mergulhamos em uma carência excessiva em relação cônjuge.

De certa forma, o desejo de agradar aos outros pode abrir muitas portas e criar muitos relacionamentos benéficos em nossas vidas. Afinal, ninguém é amigo de uma pessoa que não lhe agrada, correto? Todavia, quando a necessidade de agradar ao outro excede o limite de respeitar a nós mesmos, surge um grande problema: Você passa acreditar que o outro é melhor do que você…e aí surge sentimento de inferioridade…

Por outro lado, insistir em agradar quem não valoriza suas atitudes é uma forma de envenenar suas emoções. Infelizmente, muitas pessoas não estão prontas para receber amor, atenção, carinho. Algumas pessoas são tão prisioneiras de suas amarguras e dificuldades, que são incapazes de perceber ou receber gestos de amor. Por exemplo, vai você em algum lugar, uma loja ou shopping e vê algo que, na sua opinião, é “a cara” de tal pessoa. O produto é realmente bom, de marca conceituada, moderno, útil, prático. Mesmo com a grana curta, você compra o presente porque sabe que aquela pessoa está precisando do que você acabou de ver. Porém, quando você, na maior das expectativas, entrega o presente, vê que a pessoa não demonstra nenhuma emoção ao receber o produto…ao contrário: despeja críticas sobre a marca, (que ela nem conhece) diz que aquilo não vai ter utilidade e que vai passar numa lojinha de R$1,99 para comprar outro, porque aquele não serve para ela…Como você vai se sentir? Péssima, correto?

Pois é….mas em quem será que está o problema? Será que é em você que buscou demonstrar seu carinho através do seu melhor um ou naquela pessoa que não soube RECEBER o carinho que você ofertou? Acho que você compreende, certo?

Infelizmente, algumas pessoas não estão prontas para receber o melhor, pois são escravas de sua própria forma de pensar e de ver o mundo. Algumas pessoas ainda não estão prontas para receber o melhor, pois são acostumadas com o que é pouco, com o que é pequeno.

Você não precisa se magoar, ferir-se ou sentir-se inferior porque alguém não consegue enxergar o que você está oferecendo. Valorize-se e entenda que cada um tem seus limites.

Se for preciso afastar-se para evitar maiores problemas ou decepções, vá em frente…Quem sabe não é isso o que é preciso para que percebam seu valor?

Portanto, se você tem tentado dar a alguém além do que ela tem a capacidade de receber, perceba que o problema não está em você. Continue amando as pessoas da mesma forma como antes, mas seja cauteloso. Ame-se, respeite-se e siga fazendo o seu melhor sempre. Com certeza, você irá encontrar pessoas que saibam receber e valorizar o que você tem a ofertar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s